RESENHA | A Teia Dos Sonhos - Karine Aragão

30/06/2017
Título: A Teia dos Sonhos.
Autor(a): Karine Aragão.
Editora: Muiraquitã.
Páginas: 160.
Ano: 2016.
Sinopse: Júlia e Laura são duas adolescentes, de 16 anos, que, para eternizar a forte amizade que as une, decidem tatuar uma Teia dos Sonhos em seus braços. A euforia pela tatuagem única, desenhada por Júlia, esvai-se no dia seguinte, quando ela recebe a notícia de que Laura suicidara-se na noite anterior, atirando-se da janela do 13º andar. Júlia vê seus dias tomados pelo caos, em um misto de saudade e de raiva, sem saber os motivos que levaram Laura a tirar a própria vida. Júlia, então, embarca em uma busca que a leva a perceber os fantasmas que invadiram a cabeça de Laura e a refletir sobre sua própria vida. No meio de todo esse turbilhão, a presença de Bernardo representa a dúvida se o amor pode mesmo ser mais forte do que uma grande mentira.


Oi gente, tudo bem? Hoje a resenha é desse livro nacional maravilhoso, da autora Karine Aragão, o livro trata de um assunto forte que é o suicídio, mas a autora soube falar de uma forma leve, e me fez ficar encantada com sua escrita. Vêm conferir:


Júlia e Laura estão fazendo 5 anos de amizade, e decidem que para comemorar vão fazer algo único e especial, e optam por fazer uma tatuagem, mas uma tatuagem única que seja só das duas.
Júlia então volta a desenhar e faz uma teia dos sonhos, uma tatuagem linda que cada traço tem um significado, o quanto a amizade das duas é verdadeira e como são confidentes uma da outra. Laura fica super empolgada com o desenho e fazem a tatuagem.
Mas no dia seguinte Júlia acorda com sua mãe lhe contando que a Laura se jogou do 13º andar, pela janela do seu quarto. Júlia fica em choque, uma mistura de raiva tristeza.

"O mais importante é saber que a tristeza é como as nuvens, sempre está de passagem."

Júlia não entende como isso aconteceu, porque Laura sempre demonstrou estar bem e feliz, ainda mais agora que estava mais próxima de Bernardo, que era o garoto pelo qual as duas estavam apaixonadas e mesmo sofrendo com isso, Júlia optou por ver a amiga feliz e abrir mão dessa paixão.


Júlia começa a se afastar de todos, não suporta que sintam pena dela, e a escola está sendo um lugar complicado, os que não olham para ela com pena olham com desconfiança, a julgando sem ao menos saber o que realmente está acontecendo.
Bernardo se aproximou dela e juntos vão atrás de descobrir o que fez Laura tomar essa atitude.

"Eu precisava falar com ela, saber por que ela tinha feito isso, com ela e comigo. Porque agora ela era eterna em mim e, ao mesmo tempo, eu nunca mais a veria nas minhas manhãs. Por que Laura havia escolhido a morte?"

Mas Júlia realmente não entendia o que havia acontecido, porque Laura não falou com ela, porque esconder algo se elas sempre falavam tudo uma para a outra? O que realmente aconteceu para Laura fazer isso? Como Júlia vai passar por essa situação? Leiam, e se surpreendam com essa história que me emocionou muito.


Quero primeiro falar dessa edição, a capa é linda e foi a primeira coisa que chamou minha atenção, e depois de ler o livro a capa fez mais sentido ainda, o livro possui orelhas, e as folhas são brancas, mas isso não cansa porque as letras tem um tamanho ótimo. Encontrei bem poucos erros de ortográfica, que não atrapalharam em nada a leitura, e em alguns capítulos tem imagens lindas como na foto acima, o que deixou a leitura ainda mais agradável.

"Quando alguém que amamos nos decepciona, parece que isso cola no nosso coração e nunca mais vai sair."

Apesar de se tratar de um assunto forte, eu me admirei com a leveza que a autora escreve e em como me senti presa e em muitos momentos me sentia amiga da Júlia.
Os personagens são cativantes, a Júlia é uma personagem forte, admirei muito a sua coragem e determinação, eu não teria sido tão forte como ela foi em enfrentar alguns problemas sem derramar uma lágrima.
Bernardo é outro personagem que me conquistou, eu gostei do modo como ele se mostrou presente e em nenhum momento colocou dificuldades para ajudar a Júlia.
A Laura eu não sei o que pensar, queria muito saber mais sobre ela, pelo pouco tempo e pelo que a Júlia falava vi que era uma amiga incrível, que sempre estava disposta a colocar um sorriso no rosto porque conforme ela mesma falava 'ninguém gosta de pessoas tristes', mas fiquei surpreendida com algumas de suas atitudes, não consegui definir se fiquei surpreendida mais para o lado bom ou ruim.
Os outros personagens também tiveram papel fundamental na história, adorei ver como a Júlia e a mãe aos poucos foram voltando ao que eram, nada no livro é forçado, tudo acontece naturalmente;

Já perceberam que eu amei o livro né? Se deixar eu fico falando dele o dia todo. Um livro que trata de superação, amizade, família, amor. A escrita é envolvente, como é livro é narrado em primeira pessoa pela Júlia tudo fica mais intenso e eu me pegava muitas vezes chorando e pensando o que eu faria naquela situação. Mas o livro me trouxe uma sensação boa também, vou deixar um trechinho dele no final do post, esse trecho me marcou muito, e quero levar comigo pro resto da vida.

Não posso deixar de falar também que esse livro passa uma mensagem, que por mais problemas que a gente tem não vale a pena deixar de viver, temos que nos apegar as coisas boas, a momentos bons, as pessoas que amamos e ao que nos faz bem e feliz, e o mais principal é sempre conversar com alguém se algo estiver errado, não guarde tudo para você, uma hora isso vai fazer mal, então demonstre e não tenha medo de sentir, o que os outros pensam não vai fazer diferença, todos tem momentos bons e momentos ruins, mas temos que saber dar valor ao que realmente importa.

O post já está enorme, então vou parar por aqui, espero que tenham gostado da resenha, me conta nos comentários o que acharam, e leiam esse livro, vale muito a pena, eu juro <3
Beijos!

Trechinho:

" - Eu queria que a gente nascesse com um manual de instruções, já dizendo exatamente o que a gente tem que fazer, como deve agir... Qual é o nosso lugar nesse mundo...- O seu lugar pode ser qualquer lugar nesse mundo. O que não quer dizer que você nunca vai errar, mesmo que esteja nele...- E por que será que eu sinto como se nenhum lugar fosse o meu? Eu olho pra minha vida e não vejo nenhum caminho que eu ache totalmente certo. Qualquer escolha que eu tome, sempre vou decepcionar ou magoar alguém....- É por que a vida é assim mesmo. Qualquer decisão sempre vai ter a parte boa e a parte ruim, mas você precisa assumir os riscos pra ser feliz. Sem se jogar no mar, as felicidade não chega. E, muitas vezes, a gente precisa optar pelo que nos faz feliz no momento, sem pensar nos que os outros vão achar."

Ps:. Quero agradecer a Karine pela confiança, e  pelo livro cedido para resenha.

Instagram da autora
Facebook da autora
Link para comprar o livro
Skoob

Um comentário:

  1. Ainda não conhecia o livro, mas já amei! Gosto muito de autores que conseguem falar sobre assuntos sérios mas de uma forma não totalmente pesada, sabe? Então acho que eu ia curtir a leitura!
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir